Estratégias de marketing digital para e-commerce

Em um mercado competitivo as estratégias de marketing digital para e-commerce desempenham um papel cada vez maior no sucesso de uma loja virtual.

É comum vermos o comércio eletrônico associado única e exclusivamente à tecnologia, mas sabemos que atualmente, o grande diferencial está exatamente no marketing online aplicado às lojas virtuais.

Muitos empresários, por desconhecerem a mecânica dos negócios online, acreditam que as estratégias de marketing digital para e-commerce devem começar a ser estruturadas após a conclusão da etapa de implantação da plataforma de e-commerce, o que na verdade é um grande erro.

O marketing nasce com a loja

No estágio atual da tecnologia, o empreendedor dispõe de inúmeras ferramentas para a divulgação de lojas virtuais, e por isso mesmo, o planejamento se torna fundamental para podermos articular todas essas opções.

É preciso coordenar as ações de marketing online para que elas possam criar uma situação que resulte na tão almejada sinergia em marketing digital, capaz de potencializar o impacto de cada uma individualmente.

Em seu livro Estratégias de Marketing Digital Para E-commerce, de Sandra Turchi, a autora destaca que o o planejamento de marketing vem antes mesmo do digital, por isso, tenha em mente que antes mesmo de se aventurar sobre a plataforma, é preciso planejar o seu marketing.

Em nosso curso de marketing digital para e-commerce, fazemos questão de deixar claro que as estratégias de marketing digital para e-commerce bem estruturadas começam já na etapa de planejamento da loja virtual.

É o caso, por exemplo, da estratégia de SEO para e-commerce. Já no momento de definição de departamentos e seções da loja, precisamos ter, no mínimo, uma ideia das palavras-chave pelas quais queremos ser encontrados.

É preciso fazer uma boa pesquisa sobre estas palavras-chave, com as ferramentas adequadas, porque elas serão fundamentais para a denominação de cada departamento, pois no caso da construção de URLs amigáveis, precisamos encaixá-las de forma a potencializar o SEO das páginas de produtos e com isso conseguir maior visibilidade nas páginas de respostas das ferramentas de busca.

Determinando as estratégias de marketing digital para e-commerce

Basicamente um e-commerce trabalha com um grupo clássico de ferramentas e estratégias de divulgação de seus produtos:

  • Marketing de Busca – Otimização para ferramentas de busca – SEO, links patrocinados, como Google Ads e comparadores de preços
  • Marketing de Display – Banners em blogs e portais através da rede de display do Google Ads, Facebook Ads e outras ações isoladas
  • Marketing nas Mídias Sociais – Mídias sociais como Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest, dependendo do setor em que a loja atue
  • E-mail Marketing – Uma das principais ferramentas para vendas e relacionamento com clientes em uma loja virtual
  • Marketing de Conteúdo – Conteúdo de qualidade em um blog bem estruturado que funciona não só como ferramenta de exposição nos buscadores como fideliza os acessos
  • Marketing de Afiliados – Uma opção para a criação de novos pontos de venda através do comissionamento de sites e blogs

Todas estas estratégias tem custo, é óbvio, e por isso, em primeiro lugar devemos levar em consideração o orçamento disponível para o marketing digital de forma que possamos alocá-lo de maneira apropriada ao longo do tempo, visando garantir a sustentação das campanhas durante tempo o suficiente até que elas comecem a gerar um retorno.

Em nosso curso de e-commerce recomendamos que o orçamento do projeto de e-commerce como um todo seja dividido em 30% para a plataforma e 70% para o marketing, já que é nessa área que está o grande diferencial atualmente.

Essa é uma medida que visa evitar que o empreendedor comprometa o sucesso do negócio por falta de recursos para a divulgação da loja.

Por onde começar a estratégia de marketing de um e-commerce

Por onde começar a estratégia de marketing de um e-commerce

Em primeiro lugar, você deve levar em consideração o atual cenário das mídias digitais. O tráfego através de mídias pagas, como Google Ads e Facebook Ads fica mais caro a cada dia, e a tendência é de subir mais ainda, na medida em que cada vez mais empresas migram para o mundo dos negócio online e buscam por exposição.

Justamente por isso, eu priorizaria o tráfego orgânico, ou seja, aquele que é gratuito, oriundo de ações baseadas em SEO, marketing de conteúdo e marketing nas mídias sociais. Na área do marketing de busca, um bom trabalho de otimização da loja virtual certamente vai lhe trazer um tráfego qualificado e de altíssimo potencial de conversão.

O SEO em lojas virtuais é sabidamente a principal fonte de conversões no e-commerce e por isso, dependendo do segmento em que a loja atua, deve ser uma das prioridades em termos de marketing digital.

[icon name=icon-hand-right] Veja mais detalhes no artigo SEO em lojas virtuais – Otimização de e-commerce

O problema desta estratégia é que ela requer um prazo de dois ou três meses para começar a surtir efeito, por isso, o caso de lojas virtuais que estão começando, é preciso lançar mão de links patrocinados no início, enquanto o SEO vai amadurecendo e começando a gerar algum tráfego. Só tome o cuidado para não ficar “viciado” em Google Ads ou Facebook Ads.

Invista pesado em marketing de conteúdo

Ainda na área do marketing de busca, a criação de um blog, também faria parte dessa etapa inicial, já que ele aumenta nossa exposição nas páginas de respostas dos buscadores e nos proporciona uma alternativa à estrutura engessada do conteúdo de uma loja virtual. Esta é sem dúvida alguma uma das mais interessantes estratégias de marketing digital para e-commerce.

A estratégia é bem simples. Você se torna uma autoridade em termos de conteúdo no blog, consegue exposição e uma vez no blog, você induz a navegação para a sua loja. Essa estratégia já vem sendo um sucesso nos últimos anos e consta entre as principais tendências do marketing digital em 2018.

Veja mais detalhes no artigo A importância de um blog para sua loja virtual

Precisamos ter em mente que cada modalidade dessas tem um prazo de maturação diferente. Links patrocinados têm retorno imediato, embora seja uma estratégia mais cara. Já as estratégias de SEO e marketing de relacionamento, como redes sociais, têm um retorno a médio e longo prazo, mas com um custo bem menor do que a de links patrocinados.

Como dito logo no início deste artigo, as estratégias de marketing digital para e-commerce são fundamentais para o sucesso de um projeto, mas sem planejamento é puro desperdício de recursos.

Mantenha-se em dia com essa outras questões relativas a divulgação de lojas virtuais, assinando a nossa Newsletter.

Por Alberto Valle no blog do Curso de E-commerce

Estratégias de marketing digital para e-commerce
5 (100%) 1 vote